29.9.09

hoje apetecia-me algo assim


[foto roubada ao oncewed ]

bem... estas são só 4 das fotos que, pelos vistos, constam do calendário que o Vaticano lançou...


Eu por mim posso ficar com o mês do senhor padre do chapéu ou então com o padre da revista "le vie di Roma".
Parece que o dito calendário dos padrecas jeitosos está à venda nas bancas de Roma ou pela internet.
Se alguém estiver para ir a Roma, faz o favor de me trazer este souvenir... só para cultura geral, claro!

*obrigada pela informação, peruca de tule.

28.9.09

Su, és tão espertalhona... é por isso que gosto tanto de ti, múda!


Para quando um copo no piolho?Hã?

Qando os nosso amigos estão felizes, nós ficamos felizes, não é?


[imagem roubada no google, mas podia ser minha, poderia ser eu a receber uma boa notícia ou eu a partilhar bons momentos com o Elvis ou eu a rir com a família... ou eu a fumar cigarros e a dizer balelas com as amigas do trabalho... podia simplesmente ser eu!]


é TãO BOM!!

A luta continua!*



*em resposta ao PORRA! da "tia Fátima", o E.B. saiu-se com esta histórica frase! Nem mais!

25.9.09

Hoje recebi este e-mail e gostei!

Se você ainda não encontrou o seu candidato,
vote no Sr. Pilas!


[foto roubada no google-imagens]


Ele é a sua única esperança* O único que aumenta a população*Respeita as regras*Não gosta de chatos*.A sua única preocupação é ficar por dentro* Conta com o apoio das mulheres* Suas realizações aparecem após 9 meses* É modesto, está sempre escondido* Trabalha a qualquer hora do dia e da noite* Não é preguiçoso, levanta-se apenas com o pensamento* Chora de prazer quando trabalha* É honesto, é o único que entra cheio e sai vazio* Só fica preguiçoso após o trabalho* É educado, quando vê uma mulher levanta-se* Não é traiçoeiro, mas às vezes ataca por trás.

VOTE NO SR.PILAS.....

mail enviado pela JJ

esta é a minha t-shirt de hoje


23.9.09

porque o cansaço estava a dar sinais, precisei de ouvir


é sempre isto que me move.
SEMPRE!

parlez-vous français?

OUI!

Comecei esta semana as minhas sessões de conversas em francês com a queridíssima Amélie.
É que chegar a Côte d'Ivoire, na companhia de 5 pessoas do Luxemburgo, querer comunicar com os habitantes locais e a língua emperrar, não dá , não é? Vamos lá a desemperrar a língua e a parler librement!

19.9.09


Começou o 1.º semestre!
Estou entusiasmada e motivada. A cidade de Aveiro e a Universidade de Aveiro são completamente novas para mim e eu gosto de me sentir estrangeira!
Um dia por semana lá vou eu: Multimédia Editorial, de manhã, e, à tarde, Edição na Actualidade.
As disciplinas de História e Cultura do Livro e de Tipologias da Edição, provavelmente, vou consegui-las através de creditação de disciplinas já feitas no curso de História e no curso de especialização em Técnicas Editoriais...o que me parece muito bem!
A turma também me parece-me muito bem! Pelo menos é multicultural, o que me agrada especialmente: há dois brasileiros (um do sul e outro do norte), há uma italiana, um francês... e muitos tugas, uns de mais a norte, outros de mais a sul (acho que sou só eu!).
Já tinha saudades da vida de estudante... a cantina, os autocarros, os comboios... pena é não ser estudante a tempo inteiro e ser apenas um dia por semana...

Côte d'Ivoire: capital ou capitais?


Mapa da Côte d'Ivoire: pode ver-se Yamassoukro (a capital administrativa),
Abidjan (a capital económica) e Man (a aldeia onde a Anges d'Afrique intervém e para onde iremos em Novembro)
Abidajn, à noite

Vista de Abidjan Abidajn


Vista aérea de Yamassoukro



Vista de Yamassoukro



Basílica de Nossa Senhora da Paz, Yamassoukro


Yamoussoukro é a capital oficial de Côte d’Ivoire. Fica a 240km a norte de Abidjan, sobre colinas onduladas e planícies.
A economia de Yamoussoukro depende da indústria florestal, perfumarias e da pesca interna.
A cidade é a capital de Côte d’Ivoire desde 1983, todavia, a maior parte das funções administrativas continuam a fazer-se na antiga capital, Abidjan.
Yamoussoukro se diferencia da maioria das capitais africanas devido à sua moderna arquitectura.

Abidjan é a maior cidade de Côte d'Ivoire, tendo sido a capital do país entre 1934 e 1983. Hoje, digamos que é a capital económica/financeira.
Situa-se na Laguna de Ébrié, junto ao Golfo da Guiné, e é um centro industrial, comercial e cultural muito importante. Em Abidjan habitam 4.3 milhões de habitantes.
O seu desenvolvimento iniciou-se em 1904, ligado ao término do caminho-de-ferro, Abidjan-Níger, que, mais tarde, se prolongou para norte, até Burkina Faso. A zona portuária, bastantes moderna, também contribui para o seu desenvolvimento económico-financeiro.
É uma área fértil na produção de café, cacau e frutas, como banana e ananás. No ramo industrial, as principais manufacturas são os têxteis, os produtos metálicos, o vestuário, os plásticos, a borracha e o petróleo. Em Abidjan, existe a Universidade Nacional de Côte d'Ivoire, vários museus, bibliotecas e parques.
Abidjan é uma cidade cosmopolita, é conhecida como a Paris da África Ocidental (vamos explorar este assunto noutro post!). 

COSTA DO MARFIM ou CÔTE D'IVOIRE: onde?

O continente africano. A laranja, Côte d'Ivoire.
A Costa do Marfim (Côte d'Ivoire) situa-se no continente africano.

O país está limitado a norte pelo Mali e pelo Burkina Faso, a leste pelo Gana, a sul pelo Oceano Atlântico e a oeste pela Libéria e pela Guiné. A capital é Yamoussoukro.

Os naturais da Costa do marfim são os ebúrneos, marfineses, os costa-marfineses ou ainda os costa-marfinenses.
Apesar de comummente se usar em português o nome Costa do Marfim, o governo marfinês solicitou à comunidade internacional, em Outubro de 1985, que o país seja chamado apenas por Côte d'Ivoire.

15.9.09

o mestrado

Mas, como a minha vida não está em África, dia 17 (quinta-feira) começa O MESTRADO!
Mais uma parte nova neste ano 2009...
Este tem sido (e prevê-se que assim continue) um ano fantástico!

2009
- trabalho aos magotes
- a despedida de solteira
- o casório
- a lua de mel
- um mês de férias seguidinho
- trabalho aos magotes
- o mestrado
- áfrica
- e que mais?...
- ANA JOÃO, pois claro! O nascimento da minha primeira "sobrinha"!!

a partir de hoje




A partir de hoje o meu beat é preparar

A VIAGEM

No dia 7 de Novembro embarco rumo àquela que será, provavelmente, a viagem da minha vida.


COSTA DO MARFIM

Abidjan

Man



Embarco com a associação Anges d'afrique. Esta associação luxemburguesa de solidariedade trabalha para melhorar o bem-estar das famílias da aldeia de Man, na Costa do Marfim. Conheci a anges d'afrique através da sua presidente, a Teresa Rehlinger. A Teresa é portuguesa (não sei se já adquiriu também a nacionalidade luxemburguesa), de alma gigante e coração inteligente (será possível?) dedica-se a esta causa como se da sua família se tratasse. Embarco nesta "aventura" pela sua mão, numa confiança mútua que advém de um sentimento de grande amizade e cumplicidade entre as duas (uma coisa fora do real, pois, de facto, só estivemos juntas um dia... falamos por mail e por telefone).



Este é o plano:


saída de Lisboa às 8:20 - chegada a Paris às 11:50


partida de Paris 13:45 - chegada a Abidjan às 19:05



Ficaremos em Abidjan à espera dos contentores com os bens que chegarão do Luxemburgo. Assim que os contentores chegarem, rumamos a Man, uma aldeia remota onde pouco ou nada existe para iniciarmos o trabalho de distribuição dos bens e outros trabalhos agendados pela associação e que irei descobrir na altura. Sei, por exemplo, que vamos procurar um terreno para construir um centro pré-escolar...

Mas o que faremos lá, isso escreverei quando lá estiver!

Desta vez os contentores irão cheios de roupas, artigos de higiene, brinquedos/jogos, electrodomésticos, artigos de puericultura e utensílios particularmente destinados a determinados ofícios como a custura, cabeleireiro, etc. A anges d'afrique promove o apadrinhamento das crianças de Man (farei, proximamente, um post dedicado apenas a esta questão) - neste momento há já 41 crianças apadrinhadas! - e trabalha na tentativa de dotar as mães de profissões para que consigam melhorar a qualidade de vida das suas famílias. (em breve farei um post dedicado, exclusivamente, ao trabalho já feito em Mans pela associação)


Neste momento, os membros da associação, no Luxemburgo, preparam a viagem de Novembro.


Eu, por cá, agora, estou em fase de preparação. Preparação psicológica e física.


Dia 6 de Outubro tenho aconsulta do viajante para preparar a questão das vacinas e afins relacionados com a saúde.

Há que tratar ainda do visto.


Vou aproveitar este blog para ir relatando aos meus amigos e familiares àquela que provavelmente será a VIAGEM da minha vida. A viagem interior, sobretudo.



Próximos posts: Costa do Marfim, a capital e Mans; Anges d'afrique: trabalho feito em Mans e projectos futuros

11.9.09

10 cartões vermelhos

Respondendo ao desafio da MTT do http://danossajanela.blogspot.com/ cá vão os

10 cartões vermelhos. (A numeração não significa ordem de prioridades, foi apenas para ir contando os cartões já dados!)

1 - Intolerância - de toda a espécie ou feitio: intolerância racial, intolerância com comportamentos diferentes, intolerância perante a opinião que é diferente, intolerância em relação à diferença física, intelectual ou cultural. A intolerância para com um empregado que se atrasa ou um colega que está num mau dia ou um chefe que vem com a neura... A intolerância irrita-me e devia de ser banida.


2 - "Nins" - como já aqui disse em outros posts, não gosto de "NIMS". Acredito que todos têm uma opinião, ou é sim, ou é não, ou é talvez (um argumentado talvez ou um sustentado depende: penso que depende porque, por um lado, tal tal tal, por outro, tal tal tal...). Alguns, por medo ou outra razão qualquer, preferem ficar no "mais ou menos", "assim, assim", "tanto faz".... Saiam da casca! Assumam-se! Não tenham medo! Já mais esquecerei a celebre história de uma rapariga aquem perguntei: «-Gostas de tomate? ... » E ele respondeu: «-Hmm, não sei. Pode ser.» O quê? Ou gosta ou não gosta ou nunca provou!




3 - Manuela Ferreira Leite - não queria incluir pessoas nesta lista, mas vai ter de ser. Esta mulher, merece um grande cartão vermelho!! Este é um cartão vermelho muito pessoal... é que esta senhora, para mim, é um autêntico fantasma que paira sobre a nossa democracia. Temo a sua ascensão ao poder e uma possível coligação entre ela e Paulo Portas. Nada de bom se avizinha! Socorro!


4 - Arrogância - vem na linha da intolerância. Irrita-me, sobretudo, nas relações profissionais (por parte dos colegas ou dos superiores hierárquicos). A surdez provocada pela arrogância, pode ser desastrosa e destruir o produto de um trabalho de uma equipa. A arrogância provoca na vítima sentimentos de desilusão, de depressão e desmotivação. Nada de bom pode vir de atitudes arrogantes. Na vida pessoal, a arrogância é uma arma cruel. Nunca a usei, nem pretendo usar. Destrói qualquer tipo de relação social/familiar. A altivez de um indivíduo sobre o outro cria submissão e impede a criatividade, a liberdade e, consequentemente, a felicidade.



5 - Ar de coitadinho - por favor, "ar de coitadinho" é que não!

A vida não é pera doce, já sabemos. Mas não é por fazer "ar de coitadinho" que se vai ganhar alguma coisa! Só se se ganhar um par de gente que começa a fugir de nós quando nos apróximamos e/ou um par de cornos!



6 - gajas que fazem blogs sobre a roupa que vestiram hoje (nem vou comentar... descobri um blog destes e blhááác...)



7 - terroristas (inclui-se aqui os crimes de tortura, violação e afins) fico mal disposta só de pensar...


8 - guerra - um mega cartão vermelho à guerra e às suas consequências devastadoras!! PEACE AND LOVE, that's for sure! Make love not war! (eu sei que isto parece coisa de miss, mas eu sou mesmo contra a guerra. isto não é futilidade e já é altura de ser levado a sério!!)


9 - excessiva preocupação com a cultura do corpo - continuo a acreditar que o corpo não é tudo. Há o nosso espírito, a nossa alma que se traduz na nossa forma de estar e de ser neste mundo. Por isso exibo o cartão vermelho às pessoas, às sociedades, onde o corpo tem o primeiro lugar nas perocupações... o estar bonito, o parecer bem, o parecer mais jovem, mais esculpido, estar malhado, sem sequer cultivar as coisas do espírito, não faz sentido. Só vale a pena ser bonito por fora se houver beleza no interior.


10 - pais desnaturados e filhos desmaselados; amigos descuidados e cidadãos distraídos - preservo o convívio familiar e com os amigos acima de todos os compromissos. Sou contra o aumento do horário das escolas, de modo a transformar as escolas em depósitos de putos e a converter-nos em máquinas de trabalho! Vivam os convívios entre amigos e viva apanhar um comboio e fazer duas horas de viagem para estar com uma amiga um dia e voltar para casa no dia a seguir! O cartão vermelho vai para os que estão pouco se lixando para os seus familiares e são capazes de abandonar filhos e/ou pais em lares, sem lhes prestar a mínina atenção e o mínimo cuidado.
O cartão vai também para os cidadãos que andam distraídos e que não querem saber da política e da sociedade em que vivem, preocupando-se apenas e só com o seu umbigo, o seu penteado e o seu bem-estar. Fuck them!

Cara MTT, quanto a passar o desafio para outros blogs companheiros de jornada... fica para um outro post!

8.9.09

Isto parece-me tão bem!

Ora parece que os nosso Lobos resolveram tirar a roupa e pousar nus para o calendário promovido pela empresa "Ideias aos Molhos" para 2010. Quero ver se arranjo um para pôr no meu camião de longo curso! LOL

e se um dia acordasses e pudesses voltar a escolher o teu caminho?

[não sei quem pintou, roubei no google-imagens]

5.9.09

TER ou NÃO TER FILHOS?


Enquanto namoras, a pergunta sacramental do convívio social é: "Então quando casas?"
Um dia resolves casar, pensando que acabaram as perguntas inconvenientes... Mas não. Agora a pergunta é: "Então e os bebés?" Bebés??? Quais bebés? Mas estão a falar de quê?? ÃH??
:0
..........

E quando as tuas amigas se começam a aventurar nessa tal viagem pela maternidade.... a pergunta torna-se mais frequente e mais asfxiante: "agora que a X já tem o dela é a tua vez!" ... "Olha, só faltas tu!".. Ah tens de te despachar para lhe arranjares uma companhia"...

MAs o quê? Estão a falar comigo??
Eu sou uma miuda, pá! E além disso, agora é que estou a conquistar a minha independência financeira e posso fazer o quiser, à hora que quiser (posso jantar às 11 da noite, beber vinho e qq noite da seman, ir ao cinema a qq hora/dia, viajar, viajar, viajar)... agora que estou bem no amor, o sexo corre bem e há tempo e disposição para que seja frequente... agora que tenho vontade de estudar e de crescer profissionalmente... agora?? Agora, desculpem lá, mas agora não posso.
Tenho mais em que pensar. Talvez seja puro egoismo, mas não dá.Há tempo para a maternidade, fraldas e afins... há tempo se eu quiser. Afinal, já lá vai o tempo em que o papel da mulher era o da procriação e da casa. Procriar sim, mas só se eu quiser!

TEnho visto que há muitas mulheres* que já escrevem sobre este assunto. Baseei-me nalgumas das suas ideias e resumi nalguns itens razões, mais do que válidas, para não ter filhos.

- o parto é uma tortura
- tornar-te-ás uma mobile feeding bottle
- vais ter de lutar para conseguires continuar a divertir-te
- vais perder o contacto com os teus amigos
- vais ter de aprender uma nova linguagem (tipo brrrrrrrrr, olááááá bebé, cucu, psiu...) para comunicares com o teu bebé
- o teu filho matará o teu desejo
- as crianças saem caras
- vais inevitavelmente ser desapontada pelo teu fiho, embora aches sempre que ele é perfeito
- ficar em casa a tomar conta dos putos é de cortar a respiração (principalmente durante os fins de semana!)
- nunca mais consegues ir ao supermercado ou ao shopping descansada, sem ter alguém a pedir isto e aquilo (consegues... quando o teu filhote fizer 30 anos ) e a espernear-se no chão... lindo
- tens de andar a servir de taxi para levares os putos aqui e ali... e tu não vais a lado nenhum. Vais, vais à porta da discoteca, vais apanhar seca à espera que o treino de ginástica acabe, vais passar os sábado a passar a ferro eo domingo a correr entre a casa da tua mãe e a da tua sogra...
- tens de escolher entre o teu sucesso profissional e a tua vocação pela matenidade
- "when a child appears, the father desappears"

*Corinne Maier - No Kids. Quarante raisons de ne pas avoir d'enfants
Laura Alves - Não quero ser mãe.

2.9.09

MêS 09

É o mês dos virgens, das reentrées políticas, do regresso às aulas, do regresso ao trabalho. É o mês do Verão e do Outono, é o mês do equinócio (por cá no hemisfério norte), é o mês da primavera (por lá no hemisfério sul)... é o mês quente, é o mês fresco. É o mês em que começam a cair as castanhas na Avenida (embora ainda pareça estranho porque ainda está calor). É o mês 9 do calendário gregoriano,mas era o mês 7 do calendário romano, é o mês que fica três meses antes do fim do ano. É o mês em que os cold play acabam a tourné em Londres num grande concerto, ao qual eu não vou. É o mês em que vai começar o mestrado (vou ser mais uma maluca a fazer um mestrado (a 150km de casa e a trablahr em simultâneo!), sim... devo estar louca... estava a viver tão tranquilamente)... É o mês de muitas festas de aniversário (é o pai, é o Elvis, é a AC, é a Patri, é a JJ, é toda a gente!! È tb o aniversário dos pequenos Vi, rodrigo e afonso. E, portanto, é o mês em que fico sem dinheiro num instante. É o mês ds Festa do Avante (e não há festa como esta). É o mês do dia dos idosos. Este é o mês em que as férias ainda cheiram mas já não existem... só na nossa memória. Este é o mês de Setembro. Há mais alguma coisa neste mês que eu não me esteja a lembrar?