7.10.09

febre tifóide



O que é?

A febre tifóide é uma doença infectocontagiosa causada pela bactéria Salmonella typhi. Trata-se de uma forma de salmonelose restrita aos seres humanos e caracterizada por sintomas sistémicos proeminentes, sendo endémica em países subdesenvolvidos. A febre tifóide é uma doença distinta e não relacionada com o Tifo.

Como se transmite?

É transmitida através da ingestão de alimentos ou água contaminada, o mais comum, ou então pelo contacto directo com os portadores, através de um beijo por exemplo. Seja qual for a origem a única porta para a sua entrada é a via digestiva. A doença é exclusiva do ser humano. É sempre transmitida via oral-fecal, ou seja, pela contaminação, por fezes, de alimentos ou objectos levados à boca.


Muitos casos são devidos à preparação não higiénica da comida, em que um indivíduo portador (com a bactéria no intestino, porém saudável e sem sintomas por períodos prolongados) não lava as mãos antes de manusear os alimentos. Cerca de 5% dos doentes não tratados com antibiótico tornam-se portadores após resolução da doença.

Como prevenir?
Além da vacinação, para evitar o contágio da febre tifóide é necessário tratar a água e os alimentos, controlar o lixo, observar boas condições de higiene e a boa alimentação. É importante no seguimento de qualquer epidemia identificar os portadores e eliminar as bactérias que transportam com antibióticos.

Por ser uma doença altamente contagiosa, normalmente isola-se o infectado, isolando assim também a doença em locais de prática clínica e de higiene adequada evitando sua proliferação através da água, um dos mais importantes vectores de contágio em todo mundo.

Quais os sintomes?
Os sintomas mais comuns são mal estar geral, febre alta, falta de apetite, tosse seca, diarreia ou prisão de ventre, dores de cabeça, retardamento do ritmo do coração, aumento do volume do baço e manchas rosadas sobre a pele na região do tronco.

Sem comentários: