7.1.10

há estados de graça e estados de muita graça


foto roubada aqui

Como neste momento anda muita gente em "estado de graça" (grávida), a pensar nisso ou a viver o fruto das suas "graças sexuais" (gravidezes, portanto), eu, como não estou nesse estado, limito-me a ficar como observadora da coisa... e aprecio as conversas e os sabores do "estado de graça".
Entretanto, vou vivendo de forma engraçada uma vida que vou fazendo com que seja cheia de graça... Porque o "estado de graça" deve ser, de facto, algo novo e completamente gracioso (à excepção dos quilos a mais) mas não é o único momento de graça ( no sentido de agrado) das nossas vidas... Eu sinto-me em estado de graça (no sentido da inocência) sempre que dou boas risadas ou me emociono com os amigos e com a família, sempre que acredito que do lado de lá do mundo há pessoas como eu e que esperam reencontrar-me e abraçar-me como eu as espero, sempre que acredito que o amor é infinito e a felicidade é um caminho para percorrer lado-a-lado com os que amamos...
Dou graças por me sentir assim e adoro viver esta vida com muita graça (isto é, com muita elegância no estilo LOL)!

1 comentário:

Peruca de Tule disse...

:D

Muito giro!...

BeijOooOoOOO

*PerucaMaluka* a desejar q essa "graça" perdure por muito tempo... em perucadetule@gmail.com